Pink Twins no MIS (museu da imagem e do som de São Paulo-SP)
Atualização de Portfólio, onde trabalhei como Técnico audiovisual no MIS (museu da imagem e do som de São Paulo-SP) Obras em vídeo e videoinstalações que discutem os usos e conceitos ligados à operação da repetição (o “loop”) na produção contemporânea. Curadoria de Sigismond de Vajay. Obras e artistas participantes: Em Tactical Disorder, Alejandro Vidal (Espanha) questiona a relação entre medidas de segurança e a constituição da cultura do medo. FACES é uma instalação multimídia, em que Carlos Amorales (México) utiliza diferentes técnicas para criar uma reflexão sobre a obra The adventures of Prince Achmed (1926), do cineasta alemão Lotte Reiniger. Carabanchel Sound System, do coletivo El Perro/DEMOCRACIA (Espanha), mostra rapazes realizando acrobacias nas instalações abandonadas da prisão de Carabanchel, em Madri, com skates e camisetas da marca DEMOCRACIA. Do mesmo coletivo, a ficção Wellfare State (Smash the ghetto) mostra um evento esportivo que reinterpreta a demolição do bairro marginal El Salobral, região madrilenha. Hassan Khan (Egito) apresenta seleção de sete vídeos, em mono canal, que se relacionam com a cidade do Cairo: Sometime/Somewhere else, Six questions to the Lebanese, Fuck this Film, Tabla Dubb nº 9, The Eye Struck me and the Lord of the Throne Saved me, This is THE political film, e 100 Portraits. Porzellan Isoschizo Küchentat des neurodermitischen Brockenfalls im Kaffeestrudel und das alles ganz teuer, de John Bock (Alemanha), é um vídeo marcado pelo clima enérgico que tem como base uma performance protagonizada pelo próprio artista. Em Andamento, de Gisela Motta, Leandro Lima e Carlos Issa (Brasil), as fronteiras entre imagem e som se confundem. O desenho de uma onda sonora edita fotografias e reconfigura imagens. A ilusão lisérgica de uma hipnose resolve-se no sereno suceder geométrico das formas no trabalho Hypnosis, de Cao Guimarães (Brasil). Na performance em tempo real Standard Time, de Mark Formanek (Alemanha), setenta trabalhadores constroem um relógio digital de madeira gigante que precisa de 1611 ajustes num período de 24 horas. De maneira lenta e narrativa, a obra Disco, de Muntean/ Rosenblum (Áustria/Israel) explora o naufrágio da juventude em um mundo minimalista, focado na miséria de um vazio humano, com a esperança de um futuro melhor. Único trabalho abstrato da mostra, Splitter, da dupla Pink Twins (Finlândia), transforma imagens normais em uma abstração pictórica intensa e profunda, usando um software que os próprios artistas programaram. Bee Studies: Orchid Bee Males, de Sanna Kannisto (Finlândia), leva o espectador a uma reflexão sobre comportamento humano e manobras políticas, representadas por meio do comportamento das abelhas. No documentário narrativo La Visita, de Santiago Sierra (Espanha), o uso da câmera se torna explícito, isolando a ação como processo habitual e deixando a narração como script principal. No documentário Casio, Seiko, Sheraton, Toyota, Mars, de Sean Snyder (EUA), o poder das marcas e da globalização são investigados em territórios do Iraque e do Afeganistão. Solmaz Shahbazi (Irã) apresenta, em Perfect Suited for You (2005; 13 minutos), detalhes dos processos de urbanizações vivenciados pelas camadas mais ricas da população de Istambul. Repeat All é um projeto realizado em colaboração com a SEACEX (Sociedad Estatal para la Acción Cultural Exterior de España) Digitalização : Rodrigo Cerri
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Baixe o Aplicativo para celular..
https://play.google.com/store/apps/details?id=net.app4radio.radiobuzios